Faça uma doação ao Blog PTlhando New's

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

@@@ A quem interessa tornar a CartaCapital invisível?


“Desde o fim de semana passado, tenho recebido uma dezena de e-mails por dia que, invariavelmente, me perguntam sobre a razão de ninguém repercutir, na chamada “grande imprensa”, a matéria da CartaCapital sobre a monumental quebra de sigilo bancário promovida, em 2001, pela empresa Decidir.com, das sócias Verônica Serra (filha de José Serra, candidato do PSDB à Presidência da República) e Verônica Dantas (irmã de Daniel Dantas, banqueiro condenado por subornar um delegado federal). Juntas, as Verônicas quebraram o sigilo bancário de estimados 60 milhões de correntistas brasileiros graças a um acordo obscuro fechado, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, entre a Decidir.com e o Banco do Brasil, sob os auspícios do Banco Central. Nada foi feito, desde então, para se apurar esse fato gravíssimo, apesar de o então presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), ter oficiado o BC a respeito. Nada, nenhuma providência. Impunidade total.


Temer, atualmente, é candidato da vice na chapa da petista Dilma Rousseff, candidata do mesmo governo que, nos últimos dias, mobilizou o Ministério da Justiça, a Polícia Federal, a Controladoria Geral da União e a Comissão de Ética Pública da Presidência da República para investigar uma outra denúncia, feita contra a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, publicada na revista Veja no mesmíssimo dia em que a Carta trazia a incrível história das Verônicas e a quebra de sigilo bancário de 60 milhões de brasileiros.”

Leandro Fortes, Brasília, eu vi


Artigo Completo, ::Aqui::

Um comentário:

  1. Foi muito triste ver os governos de Leonel Brizola, Erundina e Marta, serem destruídos por campanhas semelhantes a esta. Getúlio e João Goulart sucumbiram vítimas desta mesma mídia. Mas parece que agora vai ser diferente e estou bastante otimista quanto ao futuro do nosso país. A liberdade de expressão no Brasil levando-se em conta o alcance das TVs abertas,do Rádio e dos jornais e revistas de grande circulação ainda é só para um lado.

    ResponderExcluir