Faça uma doação ao Blog PTlhando New's

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

@@@ Governo e estudantes: uma parceria vitoriosa e sem subserviência.


Presidente Lula entre os presidentes da UNE, Augusto chagas (esq.), e da UBES, Yann Evanovick, durante lançamento da pedra fundamental da nova sede das instituições, no Rio de Janeiro.

Foto: Ricardo Stuckert/PR


O País está reconstruindo o processo de trazer para a política a juventude brasileira, que teve participação efetiva no sucesso do atual governo, afirmou o presidente Lula nesta segunda-feira (20/12), no ato de lançamento da pedra fundamental da nova sede da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), no Rio de Janeiro (RJ).
Sob os gritos de “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, o presidente agradeceu a parceria da UNE e da UBES na proposição de políticas públicas voltadas para a melhoria da educação, mas deixou claro que em nenhum momento houve papel de subserviência por parte das duas instituições. A parceria vitoriosa, definiu Lula, foi resultado dos avanços irrevogáveis do ensino no País, que ganhou muito com ações bem sucedidas como o Programa Universidade para Todos (ProUni), o programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) e o investimento nas escolas técnicas federais.
''Na verdade, nós, enquanto governo, tomamos a decisão de começar a fazer uma pequena revolução na educação brasileira, que está longe de terminar, mas que já começou.''
Lula lembrou que nenhuma decisão do governo foi tomada sem que antes houvesse diálogo com “os estudantes, os trabalhadores, os sem-teto, as Margaridas e o movimento social”, a exemplo das conferências nacionais realizadas nos últimos oito anos, que foram significativas para o avanço que o Brasil alcançou em seu governo.
Em relação à reconstrução da antiga sede da UNE, que foi demolida e incendiada na ditadura, o presidente ressaltou que é uma conquista resultante da “foça, vigor e ousadia¨ dos estudantes brasileiros e da diretoria da UNE, que nunca se acovardou e que sempre se empenhou “para continuar a luta”. Lula agradeceu ainda o Congresso Nacional, que no dia 21 de junho deste ano aprovou a Lei nº 12.260 por unanimidade, que reconheceu a responsabilidade do Estado brasileiro pelo incêndio e demolição da antiga sede.

Blog do Planalto
Leia o artigo completo »

Nenhum comentário:

Postar um comentário