Faça uma doação ao Blog PTlhando New's

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

@@@ Paulo Preto, o homem do Golpe de Mestre...




"Não se larga um líder ferido na estrada a troco de nada. Não cometam esse erro".

A frase acima é uma epígrafe e uma inscrição tumular para José Serra. Antológica, na sua ameaça é digna de figurar entre bandidos à beira de uma dissolução de negócios. O Brasil todo sabe, mas não custa lembrar que ela foi anunciada, enunciada, pelo senhor Paulo Vieira de Souza (foto nas obras do rodoanel) , o cara faz-tudo das obras públicas do senhor José Serra. Mais conhecido na intimidade tucana pela alcunha de Paulo Preto, Vieira de Souza foi o engenheiro Prêmio do Ano 2009. (É verdade que, depois do Prêmio Nobel de Literatura para Mario Vargas Llosa, esse negócio de prêmio ficou muito desmontado e desmoralizado. Mas não nos percamos.)

Com uma história profissional cujos antecedentes apontam 11 anos de serviços ao PSDB, do Presidente Fernando Henrique ao governador José Serra, com ações à mão amada em São Paulo na linha 4 do Metrô, na avenida Jacu Pêssego, e nas maravilhosas obras do Rodoanel, Paulo Vieira de Souza sabe fazer conta, somar e subtrair como poucos. Ele é o homem que conhece onde moram a virtude e a renda do Serra que se proclama limpo de negócios fraudulentos. Ainda que os brancos tucanos estejam a murmurar que “Só podia ser: Preto quando não suja na entrada, suja na saída”, Paulo Vieira não será um resignado Celso Pitta.”


Urariano Motta, Direto da Redação
Artigo Completo, ::Aqui::

Nenhum comentário:

Postar um comentário