Faça uma doação ao Blog PTlhando New's

terça-feira, 12 de outubro de 2010

@@@ Tempo de comparações...


“E agora as expectativas se voltam para o segundo turno no último domingo de outubro (31). Uma onda conservadora, da pior espécie, fez com que a eleição presidencial fosse para o segundo turno. Mas isso já é história, o que importa agora é a discussão de dois projetos em jogo: o de Dilma Rousseff e José Serra, embora alguns jornais tenham colocado a questão do aborto como tema principal da campanha e os próprios candidatos acabaram entrando no jogo..

O candidato da aliança PSDB-DEM-PPS, segundo seus correligionários e O Globo (o que nesta altura é redundância), vai assumir o que foi feito no governo Fernando Henrique Cardoso, o que tentou de todas as formas esconder na fase anterior da campanha.

Dilma Rousseff continuará mostrando as conquistas nestes quase oito anos da gestão Luis Inácio Lula da Silva, que a oposição de direita procurou de todas as formas impedir. Estarão em confronto os governos FHC e Lula.

O povo brasileiro terá maiores informações, por exemplo, sobre as tentativas de Cardoso em privatizar a Petrobras e a abertura do capital da empresa para investidores estrangeiros, sobretudo estadunidenses. E agora Serra diz hipocritamente que defenderá a Petrobras, o que já fez em outras ocasiões. FHC também já disse o mesmo por ter participado da campanha do Petróleo é Nosso e ao chegar ao governo fez o fez com a estatal petrolífera.
Serra é cínico e esqueceu o que disse para a revista Veja em 3 de maio de l995: “estamos fazendo todo o possível para privatizar em alta velocidade”.

Como se tudo isso não bastasse, quem tem como assessor na área energética o ex-genro de FHC, David Zylberstejn, não precisa de mais nada. Quadro do PSDB, ao se reunir com representantes dos gigantes petrolíferos deu o seguinte recado, referindo-se ao petróleo brasileiro: “o petróleo é vosso”. Isso foi manchete do jornal Tribuna da Imprensa. E o que fez Serra? Quem cala consente. E agora cinicamente diz que vai defender a Petrobras. Não vai, quem tem Zylberstajn como conselheiro vai querer entregar tudo. É do DNA desta gente.

Ficará mais claro ainda o fato de no governo em que Serra ocupou os Ministérios do Planejamento e Saúde a indústria naval ter ido por água abaixo porque as encomendas para o setor eram feitas no exterior. E aí, o que dirão os serristas e cardosistas ou serrocardosistas?”


Mário Augusto Jakobskind, Direto da Redação
Artigo Completo, ::Aqui::

Nenhum comentário:

Postar um comentário